Coleção de Frases e Pensamentos de Remisson Aniceto


142 frases


Remisson Aniceto
Mesmo depois do meu corpo

Zoze, hei de te esperar até o último dia,
até o último dia em que estiveres aqui comigo,
pois minha esperança é que estejas blefando
e me levarás contigo, que não cumprirás a tua promessa.
Tenho fé que não me abandonarás,
que não ficarei sozinho e desamparado do teu amor.
E se eu estiver mesmo enganado e ficar para trás,
assim que saíres desta casa, também sairei imediatamente para outro lugar qualquer, qualquer outro lugar que talvez não traga tantas lembranças do nosso cantinho, onde vivemos tantos e tantos anos.
E onde eu estiver, sozinho te esperarei até o último dia,
até o último dia da minha vida.
Esperarei o teu chamado, esperarei enquanto
o meu corpo suportar a tua ausência,
enquanto a minha cabeça resistir sem desabar,
até a memória debilitada pela tua falta tornar-se insana.
Me alimentarei unicamente da alegria de esperar-te.
Hei de te esperar enquanto a música das ondas me disser pra ter esperança, enquanto o vento me sussurrar que ainda há tempo, que sempre haverá tempo para resgatar o teu amor, perdido por um erro de quem te ama tanto
e morrerá te amando.
Esperarei o teu chamado enquanto eu tiver ouvidos,
enquanto eu tiver olhos, pernas, braços, corpo.
E mesmo depois do meu corpo te esperarei.
Tenho fé que depois da esperada liberdade,
verás que tua liberdade sempre esteve aqui comigo,
tua verdadeira liberdade sempre estará aqui comigo.
A mesma liberdade que sempre senti do teu lado
e me tornou o mais feliz de todos os homens.
Hei de ficar sentado na areia por dias e noites a fio,
sob o sol, sob a lua, sob a chuva e o frio, olhando para o infinito azul, para o infinito azul que te devolverá pra mim, este infinito azul que me levará
finalmente para o teu lado,
único lugar onde está o meu paraíso.

Remisson Aniceto
Remisson Aniceto

Membro desde: 14/08/2017

Frase do Dia

O encanto da mulher é mais subtil e penetrante, do que a luz, e, por qualquer dos sentidos, que todos são pontes para o pecado, leva a desordem à alma.

Autores populares