Coleção de Frases e Pensamentos de Juciane Afonso


252 frases


Juciane Afonso
Carro limpo, tanque cheio, pneus calibrados, foge comigo?
-Sim, respondi!
Perguntei se ele tinha algum destino em mente ou partiríamos para algum lugar previamente planejado. Ele disse que sem rumo, mas que poderíamos ir para São Tomé da Letras (MG).

Eu disse que não conhecia o lugar, mas ele afirmou que gosta muito, que certamente irei gostar.

É um convite mais que tentador, irrecusável, ainda mais vindo de alguém tão especial e tão significante para mim. Me pus a imaginar nós dois nesta viagem, nos redescobrindo, e descobrindo juntos coisas que nunca tivemos a oportunidade de fazermos por pura maldade do destino.

Mas o destino sempre nos surpreende, sempre encontra uma forma de se redimir e após 40 anos, ele volta, e nos apresenta panoramas diferentes.

Os príncipes modernos já não chegam mais em belos cavalos brancos, hoje eles usam reluzentes carros prateados ou possantes motocicletas, a princesa, já não é mais a donzela de outrora, hoje não pensa mais como antes, ela descobriu o mundo, seus dias são cheios de letras e palavras e emoções, e ela sabe o que quer, melhor dizendo, o que não quer!

Nem tudo é fácil e simples, ambos têm suas responsabilidades, e dificuldades, não podem simplesmente mergulhar e se entregar ao lhes foi furtado no passado.

É uma situação a ser avaliada com carinho e cuidado. E independente do que venha a acontecer, eles sabem que nada irá separá-los novamente, tudo depende unicamente deles agora.

Foge comigo? Isto ainda reverbera em sua mente, e certamente na dele também, sabendo que ela aceitou o tentador convite dele.

Oportunidades mil surgem como numa rota futura, em seu reluzente carro prateado ou quem sabe na garupa da sua moto, trilhando a 66, ou percorrendo nosso vasto litoral, ou alguma rota mística onde juntos poderão resgatar o que lhes foi roubado.

-Foge comigo? A resposta sempre será, sim!

Juciane Afonso
Juciane Afonso

Membro desde: 29/11/2018

Frase do Dia

Logo que na ordem económica não haja um balanço exacto de forças, de produção, de salários, de trabalhos, de benefícios, de impostos, haverá uma aristocracia financeira, que cresce, reluz, engorda, incha, e ao mesmo tempo uma democracia de produtores que emagrece, definha e dissipa-se nos proletariados.

Autores populares