Coleção de Frases e Pensamentos de Juciane Afonso


252 frases


Juciane Afonso
A mim não basta só ser um sujeito bom caráter.
Tenho princípios, valores, éticos, morais, que todo cidadão de bem já traz do berço.
Não sou perfeito, longe disto, mas sou digno, ando de cabeça erguida e ninguém pode me apontar o dedo me acusando de algo ilícito ou que tenha feito para prejudicar alguém.

Engenheiro por formação, tenho minhas crenças, práticas e convicções. Vivo de forma tranquila e simples, sem máscaras, não quero nem busco holofotes.

Com minhas vivências exercito a tolerância para com todos, pois sei que somos imperfeitos e ainda necessitamos nos aperfeiçoar, e muito!
Aliado a isso tudo busco a compreensão, entendimento, através da minha sede por conhecimento, da filosofia, dos meus aprendizados através das minhas práticas.

Sei que preciso exorcizar alguns fantasmas que insistem em me rondar, arrancar raízes, resolver situações, enterrar... Pensando bem, talvez seja melhor matar afogado no mar do esquecimento tudo que me traz dor, mágoa, sofrimento, tristeza e fazer tudo novo, começar do zero.

Amante incorrigível, sedutor, culto, educado, sensível, (bonito e gostoso), observador, atencioso, eremita nas horas vagas, navegador por instinto, apreciador do belo, aventureiro sobre duas rodas, colecionador de relíquias, articulado, saudosista em alguns momentos, viajante de terras longínquas.

Ainda em busca, sei que encontrarei, quero cumplicidade, parceria, lealdade, sintonia, entrega... Espero encontrar, talvez já tenha...

Já fiz de tudo um pouco, amei e fui amado, venci e fui vencido, achei, perdi... Reencontrei...
Que bom que a vida sempre nos dá uma nova chance, chance de ser feliz.

Muito prazer, me chamo André, André Luis!

Juciane Afonso
Juciane Afonso

Membro desde: 29/11/2018

Frase do Dia

Logo que na ordem económica não haja um balanço exacto de forças, de produção, de salários, de trabalhos, de benefícios, de impostos, haverá uma aristocracia financeira, que cresce, reluz, engorda, incha, e ao mesmo tempo uma democracia de produtores que emagrece, definha e dissipa-se nos proletariados.

Autores populares