Frase de Vinícius de Moraes


Imagem da Frase:



Soneto de Fidelidade 
 
 De tudo ao meu amor serei atento 
 Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto 
 Que mesmo em face do maior encanto 
 Dele se encante mais meu pensamento. 
 
 Quero vivê-lo em cada vão momento 
 E em seu louvor hei de espalhar meu canto 
 E rir meu riso e derramar meu pranto 
 Ao seu pesar ou seu contentamento 
 
 E assim, quando mais tarde me procure 
 Quem sabe a morte, angústia de quem vive 
 Quem sabe a solidão, fim de quem ama 
 
 Eu possa me dizer do amor (que tive): 
 Que não seja imortal, posto que é chama 
 Mas que seja infinito enquanto dure. (Vinícius de Moraes)
Mais frases populares de Vinícius de Moraes

Sobre o Autor:
Vinícius de Moraes
Vinícius de Moraes


Nascimento: 19 de outubro de 1913

Morte: 9 de julho de 1980 (66 anos)

Ocupação: Poeta

Biografia: Vinícius de Moraes foi um diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor brasileiro. Poeta essencialmente lírico, o que lhe renderia a alcunha "poetinha", que lhe teria atribuído Tom Jobim, notabilizou-se pelos seus sonetos.

Frase do Dia

A competição é só civilizadora enquanto estímulo; como pretexto de abater a concorrência, é uma contribuição para a barbárie.

Autores populares