Frase de William Shakespeare


Imagem da Frase:



SONETO LXV 
 Se a morte predomina na bravura 
 Do bronze, pedra, terra e imenso mar, 
 Pode sobreviver a formosura, 
 Tendo da flor a força a devastar? 
 Como pode o aroma do verão 
 Deter o forte assédio destes dias, 
 Se portas de aço e duras rochas não 
 Podem vencer do Tempo a tirania? 
 Onde ocultar - meditação atroz - 
 O ouro que o Tempo quer em sua arca? 
 Que mão pode deter seu pé veloz, 
 Ou que beleza o Tempo não demarca? 
 Nenhuma! A menos que este meu amor 
 Em negra tinta guarde o seu fulgor. (William Shakespeare)
Mais frases populares de William Shakespeare

Sobre o Autor:
William Shakespeare
William Shakespeare


Nascimento: 26 de abril de 1564

Morte: 23 de abril de 1616 (51 anos)

Biografia: William Shakespeare foi um poeta e dramaturgo inglês, tido como o maior escritor do idioma inglês e o mais influente dramaturgo do mundo. É chamado frequentemente de poeta nacional da Inglaterra e de Bardo do Avon. De suas obras restaram até os dias de hoje 38 peças, 154 sonetos, dois longos poemas narrativos, e diversos outros poemas.

Frase do Dia

Aquele pensa que sabe muito, mas não sabe de nada, e a sua ignorância é tanta que nem sequer está em condições de saber aquilo que lhe falta.

Autores populares