Frase de Antero de Quental


Imagem da Frase:



Contemplação 
 
 Sonho de olhos abertos, caminhando 
 Não entre as formas já e as aparências, 
 Mas vendo a face imóvel das essências, 
 Entre ideias e espíritos pairando... 
 
 Que é o Mundo ante mim? fumo ondeando, 
 Visões sem ser, fragmentos de existências... 
 Uma névoa de enganos e impotências 
 Sobre vácuo insondável rastejando... 
 
 E dentre a névoa e a sombra universais 
 Só me chega um murmúrio, feito de ais... 
 É a queixa, o profundíssimo gemido 
 
 Das coisas, que procuram cegamente 
 Na sua noite e dolorosamente 
 Outra luz, outro fim só pressentindo... (Antero de Quental)
Mais frases populares de Antero de Quental

Sobre o Autor:
Antero de Quental
Antero de Quental


Nascimento: 18 de abril de 1842

Morte: 11 de setembro de 1891 (49 anos)

Biografia: Antero Tarquínio de Quental foi um escritor e poeta de Portugal que teve um papel importante no movimento da Geração de 70.

Frase do Dia

Há uma idade em que a mulher gosta mais de ser namorada do que amada. O que lhe enche o coração não é o amor, é a vaidade.

Autores populares