Frase de Agostinho da Silva


Imagem da Frase:



Quem fala de Amor não ama verdadeiramente: talvez deseje, talvez possua, talvez esteja realizando uma ótima obra literária, mas realmente não ama; só a conquista do vulgar é pelo vulgar apregoado aos quatro ventos; quando se ama, em silêncio se ama. (Agostinho da Silva)
Mais frases populares de Agostinho da Silva

Sobre o Autor:
Agostinho da Silva
Agostinho da Silva


Nascimento: 13 de fevereiro de 1906

Morte: 3 de abril de 1994 (88 anos)

Biografia: George Agostinho Baptista da Silva, foi um filósofo, poeta e ensaísta português. O seu pensamento combina elementos de panteísmo, milenarismo e ética da renúncia, afirmando a Liberdade como a mais importante qualidade do ser humano. Agostinho da Silva pode ser considerado um filósofo prático empenhado, através da sua vida e obra, na mudança da sociedade.

Frase do Dia

Para fazer amor é preciso mais, muito mais, do que despir o corpo. É preciso despir o ser até à inocência. E entregarmo-nos nus, despidos do mundo e sem medo de perder a alma. [In: Diário dos Infiéis]

Autores populares