Frase de Florbela Espanca


Imagem da Frase:



Mais Alto 
 
 Mais alto, sim! mais alto, mais além 
 Do sonho, onde morar a dor da vida, 
 Até sair de mim! Ser a Perdida, 
 A que se não encontra! Aquela a quem 
 
 O mundo não conhece por Alguém! 
 Ser orgulho, ser águia na subida, 
 Até chegar a ser, entontecida, 
 Aquela que sonhou o meu desdém! 
 
 Mais alto, sim! Mais alto! A Intangível 
 Turris Ebúrnea erguida nos espaços, 
 A rutilante luz dum impossível! 
 
 Mais alto, sim! Mais alto! Onde couber 
 O mal da vida dentro dos meus braços, 
 Dos meus divinos braços de Mulher! (Florbela Espanca)
Mais frases populares de Florbela Espanca

Sobre o Autor:
Florbela Espanca
Florbela Espanca


Nascimento: 8 de dezembro de 1894

Morte: 8 de dezembro de 1930 (36 anos)

Ocupação: Poeta

Biografia: Florbela Espanca, batizada como Flor Bela de Alma da Conceição Espanca, foi uma poetisa portuguesa. A sua vida, de apenas trinta e seis anos, foi plena, embora tumultuosa, inquieta e cheia de sofrimentos íntimos que a autora soube transformar em poesia da mais alta qualidade, carregada de erotização, feminilidade e panteísmo.

Frase do Dia

Que alívio! Felicidade, meu bem, é alívio...

Autores populares