Frase de João Morgado


Imagem da Frase:



O amor é uma ridícula invenção dos poetas. O desejo é a invenção da natureza. O amor enleva os homens como uma oração, mas a natureza é a imagem mais próxima de Deus - poder supremo. O amor, seja o que for, será sempre um derivado do desejo. (João Morgado)
Mais frases populares de João Morgado

Sobre o Autor:
João Morgado
João Morgado


Nascimento: 1965 (58 anos)

Ocupação: Escritor

Biografia: João Morgado é um escritor português. Poeta e romancista, é formado em Comunicação pela Universidade da Beira Interior e tem um mestrado em Estudos Europeus na Universidade de Salamanca, Espanha, e uma pós-graduação em Marketing Político pela Universidade Independente/Universidade de Madrid. Trabalhou como jornalista e, para além da imprensa regional, escreveu no diário “Público” e semanário “Sol”. É atualmente consultor de comunicação nos meios empresariais e políticos. Na literatura, afirmou-se com dois romances: «Diário dos Infiéis», 2010, e «Diário dos Imperfeitos», 2012. Estas duas obras foram posteriormente adaptadas ao teatro pela ASTA – Associação de Teatro e outras Artes.

Frase do Dia

Nem tão longe que eu não possa ver, nem tão perto que eu não possa tocar Nem tão longe que eu não possa crer que um dia eu chego lá

Autores populares