Frase de Pedro I do Brasil


Imagem da Frase:



Não sendo possível dirigir-me a cada um dos meus verdadeiros amigos em particular passo me despedir, e lhes agradecer ao mesmo tempo, os obséquios que me fizeram e outro sim passarei a lhes pedir perdão de alguma ofensa que de mim possam ter, ficando certos que se em alguma coisa os agravei foi sem a menor intenção de ofendê-los; faço esta carta para que impressa eu possa deste modo alcançar a fim a que me proponho. Eu me retiro para a Europa, saudoso da Pátria dos filhos e dos meus verdadeiros amigos. Deixar objetos tão caros é sumamente sensível, ainda no coração mais duro; mas deixá-los para sustentar a honra, não pode haver maior glória. Adeus Pátria, adeus amigos e adeus para sempre. Adeus Pátria, adeus amigos e adeus para sempre. (Pedro I do Brasil)
Mais frases populares de Pedro I do Brasil
Pedro I do Brasil
Independência ou Morte!
[Grito do Ipiranga em 7 de Setembro de 1822]

Sobre o Autor:
Pedro I do Brasil
Pedro I do Brasil


Nascimento: 12 de outubro de 1798

Morte: 24 de setembro de 1834 (35 anos)

Biografia: Dom Pedro I, alcunhado o Libertador, foi o fundador e primeiro monarca do Império do Brasil. Nascido em Lisboa, Pedro I foi a quarta criança do Rei Dom João VI de Portugal e da Rainha Carlota Joaquina, e assim membro da Casa de Bragança. Quando seu país foi invadido por tropas francesas em 1807, foi com sua família para o Brasil.

Frase do Dia

Devem-se buscar os amigos como os bons livros, pois a felicidade não está em que sejam muitos, nem mui curiosos, antes em que sejam poucos, bons e bem conhecidos.

Autores populares